segunda-feira, 10 de março de 2008

007 - Sem licença

De manhã é complicado e aborrecido conjugar roupas. E se for às sete horas da manhã, é um verdadeiro quebra-cabeças. Acho que a farda seria uma solução para este meu problema. Hoje, antes de sair de casa, olhei para o espelho e vi um detective. Capa bege, cabelo apanhado e óculos escuros! Correu mesmo mal. Voltar a trocar de roupa? Fora do meu alcance, o tempo era nenhum. Lá fui eu mesmo assim e a pensar ou a consolar-me: “Só tu é que vês um detective e, já agora, a Pantera Cor-de-rosa, faça o favor! Esta imaginação é, por vezes, uma verdadeira tortura. Idiota, isso não interessa! E se pareces? Qual o problema? Esquece, ninguém se lembra de tal coisa.” O dia correu bem, até que, mesmo no momento em que dava por terminadas as minhas tarefas profissionais, ouvi um miúdo a dizer para o colega do lado: “ A Professora, hoje, parece um detective!”. Fiquei destroçada.

8 comentários:

Woman Once a Bird disse...

"Só charme!" - esqueceu-se de acrescentar. ;)

Lueji disse...

Desde que a investigação tenha corrido bem!! :)

jorge c. disse...

As minhas professoras pareciam sempre a mulher do Eanes.

Woman Once a Bird disse...

Que deve ter sido uma bonita mulher, algures.

lancelot disse...

As senhoras a apreciar outras são sempre a mesma coisa.

As feiosas são sempre consideradas muito apresentáveis e até bonitas.

Já aquelas que nós homens achamos bonitas e charmosas, são vulgares narigudas, bruxas feias e afins.
É maravilhoso ouvir os comentários acerca das outras.
ah ah ah
Isto a propósito do comentário da WOAB sobre a Manuela Eanes, que terá sido encantadora na alegria jovial dos seus 16 anos, quando muito.

nefertiti disse...

Pois é, a Woman tem a mania de dizer que as amigas são lindas e charmosas. Eu sou uma mulher vulgar, nem bonita nem feia : )) Se calhar daqui a uns aninhos terei o aspecto da sr.ª Manuela Eanes.

Woman Once a Bird disse...

Mas, Nefertiti Maria, por acaso a Manuela Eanes é minha amiga?

lancelot disse...

Esqueci-me de dizer que as meninas em relação a si próprias são sempre muito modestas. Ficam sempre muito aquém daquilo que são.

Nefertiti, você é linda.