segunda-feira, 23 de janeiro de 2006

Where Is My Love...





Desapareceu para parte incerta o meu mau humor - a pacificação graças a esta senhora. Suspende-me a respiração (e deixa-me com o indicador no repeat...).
(fotografia de Erwin Olaf)

18 comentários:

Candy disse...

Não conhecia...vou ouvir outra vez

salomé disse...

É muito bonita, a música. Um tanto deprimente, mas muito bonita!

Woman Once a Bird disse...

Não resisto a instrumentos de corda...

Nefertiti disse...

ainda não ouvi a música mas adoro a capa! linda mesmo!

Nefertiti disse...

Sorry

Woman Once a Bird disse...

Dizia eu que a fotografia não pertence ao cd. Simplesmente fiquei assim quando o ouvi (e em especial esta música).

Nefertiti disse...

Parece-me um naufrágio!

Woman Once a Bird disse...

Olha que não... É antes a bonança que sucede a tempestade. God, estou mesmo ansiosa por aparecer por aí...
A não ser que seja uma premonição em relação à travessia.

gaja disse...

Eu também tenho andado com o dedo no repeat..

bartleby disse...

Bom, já devem saber que para mim não há "gaja" que chegue aos calcanhares da Chan Marshall. É a paixão da minha vida. Até tem a minha idade. A única vez que a vi decepcionou-me completamente mas ainda a amo. É isto, o amor!

Woman Once a Bird disse...

Sim, por isso te identifico com ela. Porque das minhas primeiras idas ao teu blog, li os textos acerca dela...

Nefertiti disse...

GOSTEI MUITO DE OUVIR!

Nefertiti disse...

Mas é sem dúvida muito triste!

Woman Once a Bird disse...

Maria Nefertiti, tu já sabes que eu não sou gaija de gostar de música saltitante e arejada...

jose disse...

só conheço duas ou três musicas dela. adoro uma delas, evolution, a outra não aprecio. não estou a pensar ouvir mais porque tenho medo de nao gostar. assim continuo a ter a evolution como uma berdadeiramente especial. eheh

salomé disse...

O nome "cat power" foi substituído por "bird power". Ouvi esta música no fim de semana e lembrei-me imediatamente de ti!

Woman Once a Bird disse...

Obrigada. Nem sei que te escreva...

Isobel disse...

Pacificação é mesmo a palavra certa :) E veio na altura certa..