quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Na Região, nem toda a gente alinha por este diapasão

Em terra que raramente se utiliza os conceitos de forma fidedigna e rigorosa - o facismo e o comunismo estão na boca de todos e serve para apodar a todo/a e qualquer um/a que não alinhe - mais uma demonstração ridícula da intolerância manchou as primeiras páginas: ao que parece AJJ  diz só admitir polícias naturais da Região nas múltiplas inaugurações realizadas em vésperas das autárquicas (mas que obviamente não visam "fazer campanha"). Grave é já não estranharmos este tipo de vociferações absurdas e que em nada dignificam as gentes que, apesar de tudo, não se identificam com esta postura. E pergunto-me quantos das fileiras do PSD regional coram de vergonha ao ouvir tais desmandos.
Ainda assim, relembro: pode parecer estranho, mas na Região, nem toda a gente alinha por este diapasão.

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

O que eu achei estranho
é que a notícia diz que o cartão de crédito da célebre gatinha é para as clientes com mais de 14 anos. Mas deve ser lapso. Eles deviam querer dizer que era para as clientes até aos 14 anos. Só assim é que se compreende.
De qualquer forma, estamos perante um banco com uma política homofóbica e sexista. Que eu saiba, eles não têm um cartão de crédito do "homem aranha".

3RRR (Henrique Freitas) disse...

E por essas e por outras a abstenção cresce. Confesso-me alvo de chacota (não de enxovalho mas de piada) quando amigos do Continente dos Açores me contactam, mas que obviamente sabem que não me identifico com esta imagem que para lá passa. Felizmente sabem distinguir a árvore da floresta.
Grande abraço.