terça-feira, 29 de setembro de 2009

Activa / Passiva

Na forma activa: Esposa traída dá uma valente tareia na amante do esposo. ou Na forma passiva: Uma valente tareia é dada pela esposa traída na amante do esposo. Uma das diferenças é a "esposa traída" que, na forma activa, é o sujeito e, na forma passiva, passa a agente da passiva. A frase coincide com um facto que me foi relatado há poucos minutos!

3 comentários:

José Ricardo Costa disse...

Ok, ok. Mas, independentemente de ser sujeito ou agente da passiva, talvez fizesse mais sentido dar uma valente tareia no esposo. Embora isto seja só eu a falar pois, enquanto objector de consciência, acho que ninguém deve dar tareias em ninguém. Sei lá, poderia pôr-lhe as malas à porta de casa e mudar a fechadura.

JR

Woman Once a Bird disse...

Concordo Ricardo. Sem tareias (obviamente), mas a pessoa a quem podia pedir responsabilidades seria obviamente a quem celebrou o contrato com ela. Mania de não saber atribuir culpas...

nefertiti disse...

Eu acho essas cenas deploráveis...