quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

"Um monte de sarilhos"

No que diz respeito a confissões religiosas, a mulher está sempre tramada, não tenhamos ilusões. Somos sempre filhas de um deus menor; ou melhor, de uma deusa. Pequenina. Um outro departamento, para pessoas menos pessoas que as outras. Portanto, as declarações do Cardeal Patriarca soam-me a um apontar de dedo de um roto (vá, mais compostinho) a um esfarrapado.

2 comentários:

blueminerva disse...

Eu pergunto-me... será que as 40 mulheres que morreram vítimas de violência doméstica em Portugal em 2008 foram assassinadas por mulçumanos?

Su disse...

blue,,,,,,,,,,,,,,tu fazes cada pergunta...............:)))))))))--umanos................ou.....cumanos


jocas maradas de delirios