segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

What the fuck?*

Sorry? Traidor a quê? Ao partido que foi Socialista e que agora só ostenta o título?
Não será por fazer oposição que será o traidor. Traidores são os outros, que enchem o peito ao dizer o meu partido, mas que não fazem ideia do que significa dizê-lo, ou melhor, até sabem, que o seu partido é o do poder pelo poder. O resto são cantigas. E não são as do Manuel.

*Vá lá, não praguejo só por causa do D.M.

13 comentários:

amsf disse...

Desconfio que este país também não ia "lá" com poetas! Recentemente tomei conhecimento de que o Manuel Alegre era um dos deputados mais faltosos na Assembleia da República (mais de 100?!)...até poderá ter as suas justificações mas começo a ficar desiludido com pessoas incapazes de assumir as responsabilidades mais simples!

Woman Once a Bird disse...

AMSF:
Não sei quanto aos poetas. Mas com burocratas e sofistas (no sentido platónico) não vai de certeza. E é ver o suavizar do discurso, a ver se nos colhem com mel. Já o disse e reafirmo: felizmente, não esqueço. E com o meu voto, esta gente não conta.

Quanto a Manuel alegre: desconheço os dados quanto à sua assiduidade; mas considero que mesmo que seja baixa fez mais por lá do que a maioria que segue o seu patrão.

nefertiti disse...

Manuel Alegre deve andar muito "alegre" com o lider do seu partido!

amsf disse...

WOB

Actualmente o meu patrão é o Estado pelo que não percebo a que propósito veio essa de "patrão"! Se ainda fosse "padrão" perceberia...

Woman Once a Bird disse...

Não, não, referia-me mesmo a patrão. E não me refiro ao Estado, como figura isenta e credível, como é óbvio. Refiro-me ao estado propaganda, do show off...

nefertiti disse...

Mas é bom saber que existe pessoas satisfeitas com o seu o governo! E o defendem com toda a garra! Só nos resta saber as razões...

Por que não os poetas?? Não foram por acaso os poetas que deram fama e glória ao país.

amsf disse...

nefertiti

Não vi aqui qualquer pessoa a mostrar satisfação com o estado do país! O que vejo é pessoas precipitadas que parecem ter uma visão do mundo em que não se admite uma terceira, quarta, quinta, etc, posição!

"Só nos resta saber as razões..." Suponho que sabe algo que eu próprio não sei!


Para a governação de um país é indiferente os dotes oratórios do governante. Recentemente um académico americano lançou um livro com uma compilação da poesia do Bin Laden. Segundo este académica Bin Laden é um óptimo poeta, esperemos que dê um bom governante!

Woman Once a Bird disse...

AMSF:
Por quem é. Não se admite? Claro que se admite outras visões. apenas esplanei os meus pontos de vista que são contrários aos seus. Parece-me que a Nefertiti fez o mesmo.

Quando diz que a um País é indiferente os dotes oratórios de um governante, uma vez mais discordo. O que mais temos visto é gente a ser eleita única e exclusivamente pela oratória. Que na verdade, nem é grande coisa. Mas é o melhor que têm. E tem resultado. Aliás, cada vez mais resulta, neste jogo de espelhos em que o papel de mediador é dado de bandeja à comunicação social. E de tanta qualidade que nos entretém enquanto somos cada vez mais entristecidos.
Mas AMSF, para que não reste qualquer dúvida, discorde à vontade do que acabei de escrever.

amsf disse...

Quando disse "dotes oratórios" queria dizer dotes poéticos, razão pela qual meti o Bin Laden na conversa e a sua suposta óptima obra poética. Dito isto, reconheço que a política tem sido maioritáriamente uma questão de oratória, de jogos de linguagem!

Espanta-me é que afirme categóricamente que os seus pontos de vista sejam contrários aos meus! Os meus pontos de vista não são conhecidos, os seus conheço-os pelo pouco que ouvi e li no último mês (RTP/M e JM) e não me parece que sejam opostos aos meus!

Woman Once a Bird disse...

Referia-me, obviamente, a esta questão AMSF. Dos restantes, não sei.

Nefertiti disse...

amsf,

Quer que lhe dê exemplos de bons governantes (poucos...) que também se dedicaram à poesia? Ou prefere que uma lista (enorme) de péssimos governantes que não escreveram poesia?

Bin Laden tem os seus adeptos e não devem ser poucos, infelizmente. Eu, apesar de não simpatizar de todo com os ideais dele, fiquei muito curiosa em relação à sua poesia que posso até gostar... Tenho que ler primeiro.

Agora, Sr. amsf, é com muita pena que alguém que parece acreditar ainda na Democracia dizer que "Para a governação de um país é indiferente os dotes oratórios do governante". Estou estupefacta!! E

E já agora esclareça-me o que tem a ver a poesia com a oratória!!! Fiquei deveras confusa!!

nefertiti disse...

P.s: eu disse "satisfeitas com o governo" e não "satisfeitas com o estado do país", se bem que o estado pode ser o reflexo do governo.... Mas não tente distorcer o sentido das palavras. Leia com mais atenção!

Sancho Gomes disse...

amsf,

vejo que também por aqui, ao seu bom velho jeito, já conseguiu criar antagonismos. Confesse lá, você gosta...

Ah e agora não queira distanciar-se do PS. Porque se é verdade que não escreve grandes apologias a Sócrates, também é verdade que os comentários que foi plantando na blogosfera madeirense nos últimos 2anos legitimam qualquer blogger que o considere apaniguado deste governo.
Cumprimentos às meninas cá da casa e ao amsf, claro está.