quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Uma leitura que também pode ser sua

Isto promete, ora leiam:

"CAPÍTULO PRIMEIRO, no qual um desejo é satisfeito, na Arca de Noé não há lugar para as ratazanas, do homem apenas fica o lixo, um barco muda várias vezes de nome, os dinossauros extinguem-se, um velho conhecido entra em cena, um postal traz um convite para uma viagem à Polónia, pratica-se o andar erecto e faz-se malha com toda a força.

Como prenda de Natal pedi uma ratazana, embora a minha esperança fosse que me ocorressem as palavras iniciais de um poema sobre a educação do género humano. Para dizer a verdade, queria escrever sobre o mar, sobre o meu charco báltico, mas o bicho ganhou."



in A Ratazana, Günter Grass

2 comentários:

jorge c. disse...

A Rainha voltou!
God save the Queen!

Anónimo disse...

Amon esteja connosco.