quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

A alvorada da Filosofia

Ando fascinada com a psicofoda e principalmente com os psicofodidos. Mal posso esperar para que surja em um qualquer manual escolar.
Despsicofodei-vos! - dizem as escrituras. É preciso responder ao apelo.


Será apelo um termo demasiado psicofodido?
E fascínio? E principalmente?
Será a psicofoda um termo, também ele, psicofodido?
Esperar
é de certeza um termo psicofodido, porque é assim a atirar para o místico.
Ok, despsicofodei-vos, mas devagarinho.

3 comentários:

Rosa Oliveira disse...

Somos duas, então.
Aliás, tivemos ideias postativas, psico(des)fodidas, hoje. Eu ao fim da tarde e tu ao início da noite.
Penso o conceito uma excelente criação, sem nada de místico. De resto, todo e qualquer misticismo, mais não será do que uma psicofoda-que-nos-merdifica-o-pensamento.
Esperar...esperança, conceito hiper-mega-psicofodido.... outra conversa de despsicofoda...
A Wikipédia, por exemplo, é uma brutal psicofoda-globalizada e globalizante.

Considerando o lixo-parafrásico reinante, convinha que nos despsicofodessemos o mais rápido possível.

Rosa Oliveira disse...

Para não pensarem, eventualmente, que estamos aqui a escrever palavrinhas feias, tipo: pipi, pilinha, pópó, piu-piu, titi e tal..., tomo a liberdade (sorry, pela ousadia) de sugerir melhor link do que a psicofoda-wikipédia, a saber:


http://criticanarede.com/mindfucking.html

Su disse...

chamo a isso a foda psicologica---

jocas maradas