sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

A ideia vende-se bem, pá.

Análise rápida ao País nos últimos tempos (subsídios para uma aula de marquetingue do bom):
Existem os professores, que representam a incompetência, o facilitismo, o laxismo, os sugadoiros dos impostos de todos os outros. Em suma, os privilegiados.
E depois há todos os outros: competentes, sérios e mal pagos.

4 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Fechem as escolas normais e abram-se escolas de futebol. Aí povo andava para a frente. Se cada português valesse 150 milhões de euros não faltava massa para acudir à banca.

Seria o primeiro país onde os populares emprestavam aos banqueiros(sem ser através dos impostos).

Textículos disse...

Há o tudo e o seu oposto! :)

Dioniso disse...

Há qualquer coisa de psicomaníaco neste ódio ao professor.

Rosa Oliveira disse...

Os professores, os outros e... os desmitologos:


http://www.min-edu.pt/np3/2948.html






(Cheguei ao Link Via: 31 Armada)