terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Um brinde aos desamores

Sofrimento e escuridão, porque mesmo os amores mais felizes (e são possíveis?) encerram o temor ao desamor. E pronto, eu sabia que isto havia de chegar a post e com mais tempo volto (que agora tenho que me dedicar a coisas mais prosaicas, tais como a negação de proposições, contra-exemplos, psicofisiologia e psicologia social).

PS: (a sugestão do Luís de Sweet Jane pelos Cowboy Junkies também é muito pertinente)

2 comentários:

jorge c. disse...

então aí a melhor é a "no distance left to ru" dos Blur.

Woman Once a Bird disse...

Não sei, não sei. São tantas...
E o portento que é The Sweetest Embrace, do Barry Adamson, interpretada pelo NC?