terça-feira, 12 de agosto de 2008

Primeira epístola de Kiara a RPS

Caro amigo:
Pelos vistos sou a única gata que suporta. Assim, a dignidade felina e a amizade que lhe voto obriga-me a comentar o seu último post sobre as olimpíadas, que padece de algumas confusões conceptuais ao que nos diz respeito. Nada de grave, mas a sua inimizade quanto à espécie (que não é extensível a mim, bem sei) pode provocar este tipo de equívocos quanto às nossas preferências.
RPS, se há coisa muito pouco abichanada, são saltos para água (seja esta gelada, fria, tépida ou quente). Nós não a suportamos e, portanto, não andamos aos saltos sincronizados para dentro de uma tigela gigante. Queremos distância, na verdade. Tal perspectiva apenas origina reacções adversas: bigodes torcidos, ameaças guturais, arranhadelas estratégicas pautam a relação de um bichano com a criatura que o quiser amandar para uma situação destas. Portanto, não há treinador que valha, nem treino que miraculosamente ultrapasse esta fobia colectiva.
Quer saber de uma modalidade abichanada? A esgrima, como é óbvio. A aquisição do equipamento sai-nos francamente em conta, desde que não se ponham com a piada de nos apararem o(s) florete(s).

2 comentários:

rps disse...

Cara Miss WOAB: antes de mais, diga a Kiara que fiquei sensibilizado com a epístola. Depois, tente explicar-lhe que os humanos são complicados e que na sua linguagem têm palavras homónimas...

Kiara disse...

MR. RPS:
Sou uma gata minimamente letrada e sei bem o que são palavras homónimas (também gosto muito das homófonas). Mas de qualquer modo, julguei que o seu post era mesmo sobre bichanos e apenas quis informá-lo da nossa triste condição. Reconheço que o vocabulário pode ter palavras com múltiplos significados. Mas confesso que no que diz respeito a "bichano", só lhe conheço um.