terça-feira, 2 de janeiro de 2007


Adio o instante da entrada no ano. Continuo em 2006, já que o regresso é sempre uma suspensão, uma eternidade dolorosa, marcada por horas que oscilam entre a urgência do ponteiro ou na lentidão dos minutos. Volto quando o tempo voltar a mim. Ou quando finalmente entrar no compasso do tempo.

Fotografia de Abelardo Morrel

5 comentários:

Alexandre Dias Pinto disse...

Feliz ano novo, para quando se decidir a sair de 2006 e entrar em 2007.
Cordialmente.
ADP

sleep well disse...

olha, linda, eu é que nem muito bem paga continuava lá, no 2006!

a fotografia é linda.

ps.vê lá se regressas, 2007 sente a tua falta :)

nefertiti disse...

...e tudo continua. O tempo não falha!

dama disse...

Que chegues bem ao ano novo, como o resto da equipa.

rps disse...

Aproveito para dizer que adoro ampulhetas.