sábado, 14 de outubro de 2006

Quando os porcos tomam a casa grande... 1

Sigo o fio puxado pela Tamodachi e chego à conclusão que nos dias que correm, uma das ocupações mais proveitosas é ser assessor do assessor de alguém que percorra gravemente os corredores políticos portugueses e, de sobrolho levantado, apele à contenção de despesas.

1 comentário:

provavelmente talisca disse...

Assepone!
Assepone, cara WOAB.
Assessor de Porra Nenhuma.
Nascem como cogumelos.
E normalmente são venenosos!