sábado, 24 de junho de 2006

A Mulher Invisível


A celebração pelo fogo, a fertilidade da Deusa transformada em santo padroeiro. À volta da fogueira, com os resquícios de festival de celebração da vida.
E já que me fui lembrar de Six Feet Under para ilustrar este post mal amanhado, fabuloso o episódio desta semana, com Ruth Fisher a despachar/imolar a tiro de caçadeira, os "reis-veados" que povoaram a sua vida. Só faltou mesmo vê-la a dançar em frente à fogueira, envolta nos seus longos cabelos ruivos coroados por flores.

5 comentários:

Dirim disse...

:)

everything in its right place disse...

assim de repente não me recordo do episódio todo, mas quando ela pega na caçadeira e manda-os todos desta para melhor... great!

jose disse...

também achei maravilhoso. aliás, acho que todo este último episódio foi maravilhoso. acho que hoje é o penúltimo. está quase a acabar e está a acabar bem.
ainda bem.

Lady of the Lake disse...

Já respondo a este post um pouco tarde, no que ao episódio em destaque diz respeito; já passou uma semana, um novo episódio foi emitido e devo dizer que foi bem mais desconcertante que o aqui comentado. Para mim fui um episódio tão forte que me perturbou o sono dessa noite e uma sensação de impotência nos dias seguintes. De tal forma que se soubesse que teria este efeito em mim não o teria visto....mas sem dúvida que é uma série excelente, embora só venha a acompanhar esta última.

PS: também gostei muito da “eliminação” dos homens da vida da Ruth.

Anónimo disse...

a personagem é fabulosa!