terça-feira, 14 de março de 2006

"Animal Farm"

Quando Deus ordenou a Noé que colocasse na arca um casal de cada espécie por forma a que o piedoso homem conseguisse repovoar o mundo ameaçado pelo Dilúvio, nunca pensou que que daí a uns milénios, algumas criaturas se lembrariam de tal coisa para gerirem o seu quintal. Ou seja, já andava desconfiadA(O) que o pessoal (a nível global) anda a brincar às divindades, mas agora, com os 100 mil imprescindíveis, teve a certeza.
Na verdade, também nós já deveríamos ter desconfiado; com os anúncios de apocalipse relativamente ao estado da economia da Nação Valente (e Imortal propositadamente entre parêntesis), às proclamações calamitosas relativamente ao estado do erário público do Nobre Povo, desconfio que alguns dos imprescindíveis (ou pelo menos, alguns que se julgam...) já devem vislumbrar a luz ao fim do túnel. É que em caso de pandemia, a prevenção não será a melhor opção. Distribui-se a cura milagrosa por alguns e, de uma assentada, acaba-se com o excesso de pessoal a quem pagar as reformas (esses esbanjadores que, ao fim de quarenta anos de trabalho, julgam que têm direito a descanso).
O mais engraçado no meio de toda a trama é que, ninguém percebeu ainda bem como preencher o formulário de candidatura: quer de divindade quer de imprescindível.
Já agora, quem enviará o imprescindível-mor, verificar se "as águas" da gripe já baixaram? É que na Bíblia consta que foi uma pomba... mas essa ainda volta, não com um ramo de Oliveira, mas a espirrar em cima dos "Escolhidos".

15 comentários:

salomé disse...

Ora isto sim é um post viperino! ;) E que bem (mal)dito!

Barbed Wire disse...

Esta manhã uma pomba cagou-me o casaco. Serei um imprescindível?

Woman Once a Bird disse...

Não sei Barbed, mas à primeira vista, parece-me só azar.

Nefertiti disse...

Há quem diga que dá sorte...

Nefertiti disse...

Isto faz-me lembrar o corvo que no dilúvio não teve medo e ousou abandonar a arca de Noé... in Bichos, Miguel Torga.

Nefertiti disse...

Esse sim ousaria! Bjs

Isobel disse...

Bem, vou começar a pensar em arranjar um amigo que conheça um amigo do amigo de algum imprescindível. Assim, poderei eu também ser um deles..

Candy disse...

Acho que amanhã passar o final da tarde a dar milho ás pombas na baixa, talvez me arranjem uma cunha!

dama disse...

Eu cá exijo uma para o meu gato dos telhados.

greentea disse...

e se a pomba vem com gripe?

ou vai ser vacinada , ela ?''''

greentea disse...

não vou para a baixa mas aqui em casa tenho um comedouro sempre cheio para os pássaros q quiserem almoçar por cá
e aproveito tudo o q é migalhas e restos de pão e eles adoram...
Água? Bebem na tijela do cão

a disse...

olá bom dia...gostei muito dos seus textos.li vários de uma assentada, coisa que não é normal!!!mas identifiquei-me com o sentido crítico, o sentido de humor e as referências artísticas.
xxx

Woman Once a Bird disse...

Também tenho para mim que a minha gata é uma das cem mil contempladas. Aliás, ela age como se fosse "a imprescindível" por excelência.

feniana disse...

gostei. mais uma vez.

Latin disse...

Lindo! já estava con saudades de boas leituras. Nem sempre tenho tempo, mas sempre que posso dou cá um salto.
Fica bem - Beijos