domingo, 26 de fevereiro de 2006

O Sopro do Desejo... A Dormência do Espírito.

"Mas às vezes farto-me desta eterna existência de espírito. Nessas alturas, gostava de não pairar eternamente. Gostaria de sentir um peso que anulasse a infinidade e me segurasse à Terra. A cada passo ou a cada golpe de vento gostaria de poder dizer:"Agora, agora, agora" e não "desde sempre" ou "Para todo o sempre". Não pude deixar de pensar, que muitas vezes balbuciamos arrogantemente "não agora" porque "para todo o sempre." E pairamos. Só que nos faltam as asas e a eternidade. Imagem e texto de "As Asas do Desejo" de Wim Wenders

4 comentários:

gaja disse...

Bela posta. Belo filme.

rps disse...

A posta é bela. O filme acredito que seja.

Nefertiti disse...

Claro que temos asas... as asas do desejo! Espero que voes rápido para estarmos todos juntos! Cá te esperamos desejosos. bjs

Bartleby disse...

Der Himmel uber Berlin... ah!, belíssimo filme!!!