domingo, 6 de dezembro de 2009

Isto não vem a propósito...

mas eu lembrei-me da canção da Falsa Tartaruga in Alice no País das Maravilhas, porque alguém que eu já não via há muito tempo e por quem tenho muita estima, apreço e muita amizade, no momento em que nos despedíamos, disse-me: "H., é sempre bom vermos esse teu ar sereno e calmo". BEAUTIFUL Soup, so rich and green, Waiting in a hot tureen! Who for such dainties would not stoop? Soup of the evening, beautiful Soup! Soup of the evening, beautiful Soup! Beau--ootiful Soo-oop! Beau--ootiful Soo-oop! Soo--oop of the e--e--evening, Beautiful, beautiful Soup! Beautiful Soup! Who cares for fish, Game, or any other dish? Who would not give all else for two Pennyworth only of Beautiful Soup? Pennyworth only of beautiful Soup? Beau--ootiful Soo-oop! Beau--ootiful Soo-oop! Soo--oop of the e--e--evening, Beautiful, beauti--FUL SOUP! Beautiful Soup - a poem by Lewis Carroll (Post scriptum: Daniel, se me deixares ficar na tua casa e comeres sempre tão bem a sopa como hoje, prometo contar-te uma história.)

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Lewis Carroll: seguramente, um dos cinco maiores génios da História da Humanidade.

hg disse...

É sem dúvida um escritor que prima pela originalidade.