terça-feira, 27 de outubro de 2009

Cogitações avulsas de uma saudosista

Inicio a leitura de um post que mistura Coimbra, Faculdade, cabelos longos e utopias de início de percurso. Imediata e inadvertidamente, redesenho a leitura como se da minha Coimbra e do(s) meu (s)ano se tratasse(m). As minhas personagens povoam o texto até ao momento em que uma data lhes rouba existência; a autora do texto refere-se a 2002 e nessa data já não havia Coimbra para mim (apenas Coimbra em mim).

2 comentários:

everything in its right place disse...

para ti...
havia Coimbra e havia a tua Coimbra!

a falha foi dela, que lhe pôs uma data!!

patxocas disse...

Vou lá este fim-de-semana para o Jantar anual de antigas alunas.

Há sempre a "nossa coimbra" e "a coimbra em nós"

E esta semana tem sido uma thread de emails a lembrar-me da nossa coimbra. E eu só sinto a coimbra em mim e o que sou com ela.