quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Despejo da Confap

"Esta coisa de despejar a matéria e depois esperar que, em casa, os pais tenham literacia suficiente e computadores para ajudar os filhos a perceber as matérias tem que acabar, porque o mundo mudou e as escolas têm que se adaptar."

Finalmente a Confap chega ao cerne da sua cruzada: uma escola que abre portas às 7:30 e encerra às 19:30 e orientada para o domínio do entretenimento. O objectivo não passa já pelo ensino - a que o Presidente da Confap prosaicamente traduz por um "despejar matéria" - mas passa seguramente por garantir um depositário para crianças a que os Pais não saibam propriamente que fazer com elas (por enquanto no primeiro ciclo). Doze horas na escola é obra e pergunto-me que efeito terá a longo prazo; considero que à altura que redijo este texto a maioria dos nossos alunos passa demasiado tempo na escola, com disciplinas e actividades que francamente apenas lhes consome o tempo. Não se fomenta a autonomia: é preciso estar tudo criteriosamente organizado e compartimentado por toques de entrada e saída, todos os dias, todo o dia. Não é portanto de estranhar que muitos estejam fartos desta escola. Mas a Confap acha que é pouco e que essa escola, que está dotada de profissionais incompetentes e malandros (não esqueço o posicionamento anterior), deve estender o horário e garantir a educação das crianças, em todas as vertentes. Não compete aos Pais e é preciso que a escola se deixe de lérias e actue em função disso.A afirmação do Presidente da Confap ilustra perfeitamente como o objectivo passa por "deixar de despejar matéria" para passarmos a "despejar crianças." É preciso é entretê-las. Porque o mundo mudou e Deus nos livre que se exija aos Pais que se responsabilizem pela educação dos seus filhos.

Já estivemos mais longe do dia em que se reinvindicará uma escola pública que funcione integralmente, com as crianças a visitar os pais aos fins-de-semana - ou o inverso, porque se ponderarmos bem, as crianças desarrumam e sujam uma casa e se a coisa puder ser feita na escola, tanto melhor.

3 comentários:

o repolho disse...

"Porque o mundo mudou e Deus nos livre que se exija aos Pais que se responsabilizem pela educação dos seus filhos."
deus nos livre ou mesmo o lúcifer...

puta que pariu os indivíduos que são prosaicos e estúpidos...

Dioniso disse...

A Confap é fonte de muitos equívocos, e quase todos passam ao lado da sua pequena inteligência.

Também sou pai, e não quero que a escola me substitua na tarefa de educar a minha filha. Não apenas porque essa é minha responsabilidade, assumida quando fiz amor com a minha esposa (na Confap também se faz amor ou os filhos acontece inadvertidamente, conduzindo à impunidade?), mas também porque o faço melhor do que a escola, eu e qualquer pai decente. Não porque os professores sejam os medíocres de um país de génios, mas porque tenho condições que a escola não tem, nem nunca terá.

Concordo com repolho, a estupidez devia dar prisão.

Anónimo disse...

ISSO NÃO É NOVIDADE, EXISTEM CASOS PIORES!

VEJA O VIDEO:
FAMÍLIA SERÁ DESPEJADA, MESMO QUE TODOS OS DOCUMENTOS DO PROCESSO SEJAM DE OUTRA CASA ( A QUE ELES MORAM) AINDA SEM REGISTRO, o segundo réus do processo é deficiente mental.

UMA MENSAGEM, UM APELO, UMA DURA REALIDADE!!!

http://www.youtube.com/watch?v=rA7CKhkZB6g