domingo, 18 de maio de 2008

A doçura da provocação: da contra-série "La beauté est dans la rue"

"(...) e vós, Senhor meu Deus! concedei-me a graça de produzir alguns belos versos que me provem a mim mesmo que não sou o último dos homens, que não sou inferior àqueles que desprezo." Baudelaire

1 comentário:

Funes, o memorioso disse...

Isto não vale!
Baudelaire e Voltaire não são franceses nem afrancesados. São bons.