terça-feira, 29 de abril de 2008

Céu pendente

(no Porto Santo)
"O Céu era uma inchada barriga de burro, pendendo ameaçadora a escassos palmos das cabeças."

in O velho que lia romances de amor, Luís Sepúlveda

3 comentários:

jorge c. disse...

Belíssimo!

Lueji disse...

Lembro-me dessa passagem, não me lembro é da vista. Já foi há tanto tempo, há quase duas décadas. :)
A combinação está perfeita.

nefertiti disse...

Obrigada e um óptimo feriado para vós.