sexta-feira, 14 de março de 2008

Pérolas a porcos

Há estrelas mortas que ainda brilham porque a sua luz ficou aprisionada no tempo.
Como situar-me em face desta luz, que, em bom rigor, não existe?
hhhhh
Cosmópolis, Don DeLillo

1 comentário:

nefertiti disse...

Elas vivem e brilham sempre dentro de nós, nem o tempo as apaga.
Pérola brilhante. Gostei muito.