segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Post-it endereçado à Isabela

Estamos perante uma triste comédia. Não cai ele - caímos nós. Lenta e dolorosamente. E isto só me faz lembrar uma célebre tira da Mafalda, em que a miúda se queixa de que o irmão ainda não consegue discernir muito bem a quem deve atribuir as culpas. Nós por cá fazemos o mesmo. E alegremente nos enterramos. Ganham as hienas com este suicídio colectivo.

3 comentários:

nefertiti disse...

Porreiro, pá!

Isabela disse...

Não caímos. Eu cá não caio, que tenho muita força na verga.
Bj.
:)

Woman Once a Bird disse...

Não cai a Isabela, já não caio eu (sim, é verdade, caí à primeira, temente à "direita")... mas quantos ainda caem e levam-nos por arrasto? Como é possível que este fura-vidas ainda continue a estar à frente nas sondagens? Tem dúvidas que será reeleito? Eu não.