terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Demências

Já não bastava Nick Cave, agora a santíssima trindade - até 26 de Maio no Tate Modern (low cost, pessoal, low cost).
(Rrose Selavy, fotografia de Man Ray)

"-Tem-se a impressão de que cada vez que é levado a tomar uma posição, você retira-lhe a importância pela ironia ou pelo sarcasmo.
- Sempre. Porque não acredito nela.
- Mas em que acredita?
- Em nada! A palavra «crença» é um erro também. É como a palavra «julgamento». São dados terríveis sobre os quais o mundo está baseado. Espero que, na Lua, não seja assim.
- Todavia acredita em si?
- Não.
- Nem isso?
- Não acredito na palavra «ser». O conceito ser é uma invenção humana.
- ama assim tanto as palavras?
- Ah! Sim, as palavras poéticas.
- Ser, é muito poético.
- Não, nem por isso. É um conceito essencial que, na realidade, não existe, no qual não creio, mas muita gente crê ferrenhamente. Não se pode ter a ideia de não acreditar nas palavras «eu sou», não é?"
Marcel Duchamp, Engenheiro do Tempo Perdido - Entrevistas com Pierre Cabanne

3 comentários:

nefertiti disse...

Ser-se é um pensamento muito elevado e complexo para mim : )

everything in its right place disse...

as minhas demências:
olhei para esta foto e pensei que era o salazar.
Agora andam aí umas fotos dessa merda como se fossem obras de arte todas warholianas.

entro na página do público, vejo um mijadeiro e leio imediatamente o headline:
-já arrumou Duchamp, Man Ray e Piaçaba??

everything in its right place disse...

Meninas, tive que fazer uma posta inspirada nesta...