sábado, 15 de dezembro de 2007

um olhar

" (...) Sou neblina, sou ave, / Estrela, Azul sem fim,/ Só porque, um dia, tu,/ (...)/ Por acaso, talvez, /Olhaste para mim."

Teixeira de Pascoaes
*como é visível, a imagem foi retirada da net.

3 comentários:

Woman Once a Bird disse...

Olhas por quem? Olha que o meu francês é mais perceptível que este post. Temos que ter uma conversa, jovem rainha.

nefertiti disse...

então, falo do olhar dos outros, dos olhares que não me são indiferentes...
E se alguém manda um olhar lindo como este da fotografia! eu não fico indiferente. fico diferente! Eu não olho por ninguém, mas posso vir a olhar... nunca se sabe.
Caramba, acho que sou mais clara que o Lobo Antunes!! : ))

lancelot disse...

WOAB,
Como homem, devo dizer-lhe que não imagino nada melhor do que receber uma dedicatória destas. Não sei se foi o caso.
Mas que é lindo, não restam dúvidas.
Sorte do Akhenaton.