terça-feira, 4 de setembro de 2007

A contar, a contar 2

Com o post anterior não quero afirmar que não existam aulas com menos alunos. Assim como determinadas disciplinas tem mais alunos em sala do que os vinte e cinco que apontei. Em Filosofia, por exemplo, já tive turmas só com sete alunos. Repito, em zonas rurais. O mesmo raramente acontece com os meus colegas de Português ou de Matemática. Os alunos não ganhariam com turmas mais reduzidas a estas disciplinas? Como é óbvio. Um docente de Matemática com uma turma composta de vinte e sete alunos, no décimo segundo ano, tem a tarefa muito complicada, assim como o aluno com mais dificuldades também. Mas o que interessa à Ministra é divulgar dados estatísticos cegos que lhe indicam que no nosso País, temos um professor para sete alunos. Aplaudo, como é óbvio, a sageza da senhora.

3 comentários:

nefertiti disse...

sim, em locais onde a densidade populacional não é densa, onde existe poucos acessos para os grandes centros, ou, quando existe acessos, é preciso fazer percursos infindáveis, o direito à educação é uma ideia, pois então.

nefertiti disse...

e nós vamos contando os disparates!

Woman Once a Bird disse...

Mas a Senhora afirmou que as escolas secundárias só existem nas zonas citadinas, por isso estás enganada, Nefertiti.