sábado, 25 de agosto de 2007

A lista inicial não cabia nas duas mãos. os filmes estão sujeitos à memória. Esta, como sabemos, é selectiva. Os últimos são os primeiros. O resultado foi este. Esta é a dezena+1 que sobreviveu às tesouradas que fui dando numa lista inicial que em muito ultrapassava os constrangimentos numéricos. Estes são os que se expõem. Há muitos mais que me marcaram de forma inolvidável e inexorável. Deles não falarei. Pois as palavras nem sempre são suficientes para exprimir o que se impregna na carne para todo o sempre.
La Reine Margot 21 Grams Princess Mononoke The Hours The Piano The virgin suicides Fight Club Breaking the Waves, by Lars von Trier Le fabuleux destin d'Amèlie Poulain One flew over the cuckoo's nest The Elephant Man

5 comentários:

Woman Once a Bird disse...

Fight Club e Breaking The Waves, definitivamente.

nefertiti disse...

the piano, absolutamente : ))

provavelmente talisca disse...

As 21 Gramas é um dos meus filmes. Como é que o pude esquecer?! E as virgens Suicídas é lindo.

Diacho. São tantos...

K disse...

Concordo com todos os filmes! Mas o "21 gramas" está muito aquém do "Amor Cão" do mesmo realizador!

luís disse...

miyazaki. mnham mnham.