domingo, 3 de junho de 2007

SUSPIRO!

Não existe coisa que me enerve tanto (pronto, existem mais alguns pontos igualmente enervantes), quanto esse lugar comum de que trabalhar com muitas mulheres só pode dar chatice, porque: Muitas mulheres juntas só pode originar confusão. As mulheres são conflituosas. As mulheres são competitivas. As mulheres são cuscas (não no sentido das minhas queridas, mas no outro). As mulheres... Ora, não posso acreditar na honestidade intelectual de alguém que parts de tais premissas. Cada qual vê apenas o que quer ver e raciocínio toldado por tanta porcaria não poderá tirar conclusão isenta e criteriosa. E só nos livraremos das etiquetas que insistimos em perpetuar quando decidirmos ser mais críticos quanto ao que nos incitam a tomar como certo. Trabalho com homens e mulheres. Não me parece que a competência, sobriedade, mesquinhez ou estupidez seja uma questão de género. Agora, acredito que uma mulher que chegue ao local de trabalho com a ideia pré-concebida de que encontrará chatices por trabalhar com outras mulheres, efectivamente as encontre. Só muito raramente não encontramos o que procuramos. Mas isto sou eu, que tenho a mania que sou Ista.

5 comentários:

nefertiti disse...

olhem que "Ista"! Eu trabalho muito melhor com mulheres.

cuscavel disse...

"Não me parece que a competência, sobriedade, mesquinhez ou estupidez seja uma questão de género", dizes. Pois eu acho que é, precisamente, uma questão de género (e não de sexo); de representação social; de educação diferenciada a raparigas e rapazes, etc. E é isso que define os tais traços de género comummente atribuídos às mulheres.

E cada vez que se dizem essas coisas – ouço-as mais a mulheres que a homens, curiosamente - eis o estereótipo reforçado; e irrita-me esse distanciamento: o dizer que “as mulheres são”, como se não se incluíssem; como se fossem “superiores” a essa reles categoria.

rps disse...

Às vezes, as mulheres são muito chatas...
:-)

Woman Once a Bird disse...

Tens toda a razão Cuscavel. E sim, perpetua-se o estereótipo principalmente entre as mulheres, muito por causa da edcucação que se continua a perpetuar.

Woman Once a Bird disse...

Às vezes, os homens também. ;)