domingo, 11 de fevereiro de 2007

Acto de contrição

Na minha secção de votos, não consegui controlar a vontade de mentalmente enviar alguns dos conscienciosos votantes para casa. É que pressenti-lhes o sentido de voto.
Shame on me! Repito, batendo várias vezes no peito.
Mas pior ainda que esta sensação, que tentei imediatamente corrigir, abro o Público e sou obrigada a concordar com VPV: este País (e todos os outros, de resto) está cheio de pequenos ditadores. A começar por mim.

10 comentários:

nefertiti disse...

em momentos de crise a ditadura como solução... parafraseio o eloquente Cícero... Bjs e nada de semtimentos de "mea culpa"

nefertiti disse...

corrijo: sentimentos

salomé disse...

E imagino que não devam ter sido poucos a serem mentalmente expulsos, a avaliar pelo número de votos no não, na Madeira...

Woman Once a Bird disse...

Digamos que, se pudesse, fecharia a secção...

Sancho Gomes disse...

Podia ser que uma ameaça de bomba funcionasse. Afinal, esta estratégia não é desconhecida da esquerda radical...:)

Woman Once a Bird disse...

Com os resultados que aqui se registaram e vens falar de radicalismos?
Radicalismos são as autênticas lavagens cerebrais, os apelos nos púlpitos a clamar por uma fé muito pouco esclarecida!

Woman Once a Bird disse...

Ai agora sou 2esquerda radical"? Mais uma vez te questiono: quantos frades já liquidei? É que quero começar a anotar no meu caderninho de esquerdina, repito, esquerdina radical.

nefertiti disse...

sei que escreves com a esquerda, agora uma radical! Cruzes canhoto!

nefertiti disse...

Cruzes canhoto!

rps disse...

Estás a ver como o VPV é um tipo lúcido?...