sábado, 14 de outubro de 2006

Se tivessem que sair à rua e vender qualquer coisa, qual seria a vossa escolha?

11 comentários:

rps disse...

Leite, pão e jornais, manhã cedo de porta em porta.

a disse...

já faltou mais!rs...
(Escolheste um rico post para me visitares!!rs...a parte que mais detesto é a das ressacas.)

Woman Once a Bird disse...

Magritte e Kierkegaard? Chamavas-me, A. ;)

nefertiti disse...

"fror? Qué fror?"

Candy disse...

Xanax...:)

sleep well disse...

O meu vizinho.

O que tem um cão, que faz o que não deve no elevador.
Já não o posso ver à frente, com aquele ar, de quem não é responsável pelo bicho, que, afinal, não tem culpa nenhuma de ter um dono assim...

Woman Once a Bird disse...

Como te compreendo. Tenho um parecido, que passeia o pobre animal no estacionamento!

Tiburcius disse...

Tornem-se comentadores habituais do blog mais critico e polémico da blogosfera e tenham a honra de deixar marca na mítica frase do mês!
Os vossos comentários contam e nós contamos com eles.

Woman Once a Bird disse...

Suponho que o Tiburcius fosse distribuir panfletos a publicitar o blog...

Anónimo disse...

Terrenos no céu. Foi o que sempre quis vender.

Rolando A disse...

a melhor venda que já conheci foi a do O Brother, dos Cohen: O tipo vendeu a alma ao Diabo por 500 paus para comprar uma guitarra.
Brilhante a forma como enganou o Diabo...
bem visto
Rolando Almeida